sensual-black-woman-looking-at-camera-41

Wuldson Marcelo

Wuldson Marcelo. É mestre em Estudos de Cultura Contemporânea e graduado em Filosofia ambos pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). É autor dos livros de contos “Subterfúgios urbanos” (2013, Editora Multifoco: RJ), "Obscuro-shi: contos e desencontros em qualquer cidade" (2016, Carlini e Caniato: MT) e do infanto-juvenil “As luzes que atravessam o pomar e outros contos” (2018, Carlini e Caniato: MT). Organizou a antologia de contos e poemas “Beatniks, malditos e marginais: literatura na Cidade Verde” (2013, Editora Multifoco: RJ). No cinema, é corroteirista de “Primeira Morte de Pedro” (2015, com direção de Felippy Damian); além de escrever e codirigir, em parceria com Felippy Damian, o curta-metragem "Se acaso a tempestade fosse nossa amiga, eu me casaria com você" (2015) e ser roteirista e codiretor, ao lado de Carol Damasceno, de "A garota que existiu dentro de um mistério" (em pós-produção). Assistente de direção em “Alheio” (direção de Valdecy Azambuja, em pós-produção) e “A Velhice Ilumina o Vento” (direção de Juliana Segóvia, em pós-produção).
É um dos membros fundadores do Coletivo Audiovisual Negro Quariterê, com o qual organiza a Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso, atuando como curador (edições de 2017, 2018, 2019 e 2020).
Integra o Coletivo Audiovisual Miraluz (Cuiabá), que já realizou seis curtas-metragens entre os anos de 2014 e 2020.

Interesses: 

Drama, Comédia, Infanto-Juvenil, Terror, Thriller/ Suspense, Documentário

Prêmios e Seleções: 

Prêmio de Melhor Filme Segundo o Júri Popular - Categoria Independente -, na 14ª Mostra de Audiovisual Universitário – América Latina UFMT (MAUAL).